segunda-feira, 6 de junho de 2011

Quando amar não é suficiente...


Como duas pessoas podem se amar e isso não ser relevante na decisão de ficarem juntas? 

3 comentários:

J.F. de Souza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
J.F. de Souza disse...

a gente nunca para pra pensar - ou talvez, não queira mesmo aceitar - que o amor pode nos amedrontar, nos afugentar. é triste ver o amor assim, mas acontece.

Mila disse...

O que estou vivendo é exatamente a resposta pra sua pergunta.
Por mais que a gente ame e seja amado, às vezes acontece de faltar alguma coisa em uma das duas pessoas e essa coisa que falta ser fundamental para que todo o resto aconteça e torne possível esse "ficarem juntas".
No meu caso sobrou mais do que faltou: sobrou distância, sobrou carência, sobrou briga, sobrou desentendimento, sobrou promessa não cumprida, sobrou plano não realizado... E faltou compromisso.
Mas o amor tá aqui e tá lá. Isso eu tenho certeza.
E dói tanto... =(