terça-feira, 7 de junho de 2011

Valeu, Ronaldo!


Recife, 23 de março de 1994, Brasil x Argentina - A estreia de um garoto tímido e magrelo na seleção brasileira.

São Paulo, 07 de junho 2011, Brasil x Romênia - A despedida de um fenômeno desinibido e acima do peso com a camisa da seleção brasileira.

Leia mais no Amadores F.C. - A despedida de um fenômeno brasileiro.

2 comentários:

Naeno disse...

Ronaldinho, na certeza, foi um dos mais brilhantes jogadores de que se tem notícias. Pelé foi craque e o mundo reconheceu, Ronaldo chegou ao mesmo extremo mas o mundo desconheceu. Isto por formar-se em torno dele uma corrente de índices difamamórios, da parte dos brasileiros mais. Não gostaram da sua humildade, do tanto que jogara, dando ao Brasil, de forma quase individual a conquista de uma copa do mundo. Mas tinham muitos catimbeiros, muitos invejosos que o alijaram por fora e por dentro. Como se fossem diabos concorrendo a liderança do inferno.
Rnaldinho, pra mim, foi e é uma das maiores estrelas do futebol mundial.
Viva Ronaldo, Viva Ronaldão, como queriam chamá-lo.

Um beijo
Naeno

Anna Flávia disse...

Concordo, Naeno. :)
Ronaldo é um fenômeno. Foi um craque completo.

Beijo!