quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

O ano que valeu por onze

Os mesmos trezentos e tantos dias de todos os anos que, de tanto acontecimento, dessa vez pareceram se multiplicar. Pelas contas das horas, por exemplo, tenho quase certeza que houveram dias em que cada meia valeu por três inteiras.

Contudo, prometi não mal dizer o ano só porque ele está acabando, afinal nem foi de todo mal. Se analisar friamente, houve saúde, dinheiro e um pedaço de amor. Só fica impossível elogiar se eu parar para lembrar do tanto que nos fez chorar.

Então, para não cometer injustiças, não vou dizer que foi bom ou ruim. Apenas desejo que termine em paz.


Dois mil e onze, um ano que podia ter sido lindo... Fica pro próximo.

5 comentários:

Murdock disse...

Ano que vai, ano que vem e no final a gente está achando as mesmas coisas boas e ruins de sempre.
Feliz ano novo!

Lulu on the sky disse...

Infelizmente não foi um ano bom pra mim, espero que em 2012 seja muito melhor.
Muita paz, saúde, sucesso e amor pra vc.
Big Beijos

Micha Descontrolada disse...

tb espero q 2012 seja melhor...mas não posso dizer q 2011 foi ruim.

Ouse. Arrisque. Experimente. Surpreenda. Ame.
Torne cada momento da sua vida único!!!

`⋎´✫¸.•°*”˜˜”*°•✫
..✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫
☻/ღ˚ •。* ♥ ˚ ˚✰˚ ˛★* 。 ღ˛° 。* °♥ ˚ • ★ *˚ .ღ 。
/▌*˛˚ღ •˚ Feliz Ano Novo!!! ˚ ✰✰˚* ˚ ★
/ \ ˚. ★ *˛ ˚♥* ✰。˚ Um 2012 de muita paz!˚ღ。* ˛˚ ♥ 。✰˚* ˚ ★


Beijosssssssssssssssss
┌──»ʍi૮ђα ツ

dZ disse...

bah, vai tarde o ano, ou foi :P

Anônimo disse...

Apesar de duro, tudo depende de nós. Se o ano foi ruim a pergunta não cala: Nós fizemos tudo de bom que poderíamos para salvá-lo? Ou agimos de forma obscura achando que somos invisíveis? Colocar culpa nos infortúnios ou nas mazelas é covardia. Nobre é saber o que fizemos para o ano ser bom. Mentir é bom? Colocar a culpa nos outros sempre é real? Assumir nossos atos é nobre e identifica o melhor caminho. Se achamos que o melhor caminho é à esquerda e nosso companheiro não concordar, não significa que o ano foi ruim. Apenas identifica que, se quisermos, somos parte de um time e devemos atacar pro mesmo lado. Se quisermos dividir o time, o fracasso é inevitável. Mesmo disfarçando, o fracasso é fato. Ontem, hoje e amanhã. Então...