quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Sabedoria em Série... #11

'O passado está sempre conosco, apenas esperando uma chance para bagunçar o presente.'

Gossip Girl

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Pra ser sincero...

'304 páginas agradáveis aos olhos'
Gostei muito das histórias contadas pelo Humberto Gessinger no livro 'Pra ser sincero - 123 variações sobre um mesmo tema'. Descobri que gosto de livros desse tipo. Gosto de saber como tudo começou, conhecer os detalhes por trás da criação, os acontecimentos vistos por outro ângulo.

'Pra ser sincero...' são 304 páginas agradáveis aos olhos. Li sem pressa, no tempo que olhos pediram. Fotos, ilustrações e rabiscos dão um charme todo especial ao que já é bem bonito.

E se os menos fãs dos Engenheiros do Hawaii vão gostar tanto quanto eu, não sei, mas acredito que os menos preconceituosos vão aprovar. 

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Completamente válido!

Dormindo tarde, acordando cedo e sem cochilos à tarde.  O tempo livre ficou raro, meu companheiro ócio está aposentado. O sono é constante, mas não reclamo. Gosto dessa nova fase.

Graças!

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Depois...

Foi um 'dez do dois' melhor que o esperado. Às vezes é bom manter em baixa as expectativas. Dentro das possibilidades tive um dia alegre.

Falei com mamãe no meu primeiro minuto com 27 anos e, apesar de ter sido só por telefone, achei esse fato essencial para a nota final do aniversário de 2011 ter sido positiva.

No decorrer do dia foram ligações, recados, mensagens, abraços, presente, parabéns e desejos de 'tudo de bom' até de quem não conheço.

Foi isso. Um aniversário feliz porque foi tranquilo. Tranquilidade é o tipo de coisa que me faz feliz. Valeu. Agradeço muito a todos os envolvidos. E Deus, aqui entre nós, obrigadão! ;)

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Pré-aniversário

Aniversário chegando e também essa sensação de que será apenas mais um dia... Um dia cheio, com curso e trabalho pra ocupar todos os horários. Vou passar o dia sem lembrar que é meu.

Vai ser um 10/02 especialmente estranho por ser meu primeiro longe de casa, da minha família. Passarei com meus recentes conhecidos e nem um rosto 'antigo' pra me consolar.

Na verdade, por um instantinho, acredito que verei no começo do dia o mais próximo de família que tenho aqui e terei ao menos um abraço e um rosto amigo pra me lembrar. 

Como disseram em uma série exibida anos atrás, pra se ter algumas coisas é preciso perder outras... Sei disso, eu só espero é que valha a pena.

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Abandono

Acho uma inversão de valores tão grande essa comoção de tantas pessoas por cães 'abandonados' quando temos milhares de crianças igualmente abandonadas e essas mesmas pessoas (que se comovem com o cachorro) passam por elas todos os dias e nem as vêem.


 ---
Só uma observação, eu gosto de animais. Gosto infinitamente do pequeno Jung que tenho em casa (que nem meu é), só comentei que vejo com mais frequência a comoção por cães e gatos abandonados que por crianças e idosos, por exemplo.